EMPREENDEDORISMODicasGESTÃO

Sistema de gestão financeira

5 cuidados na hora de contratar um sistema de gestão financeira

Com a complexidade da dinâmica administrativa e gerencial das empresas, atualmente, há a necessidade de contar com a ajuda de tecnologias, como é o caso do sistema de gestão financeira. Afinal, por meio dele é possível não só organizar as finanças, mas também controlá-las.

E é, justamente, através desse controle financeiro que a empresa cresce, pois ele representa o conhecimento acerca das reais condições operacionais da empresa, sobre as quais o empreendedor baseia sua tomada de decisão.

Entretanto, mesmo que a utilização de um sistema represente apenas vantagens, é preciso tomar alguns cuidados na hora de contratar um. Pensando nisso, selecionamos para vocês os 5 cuidados que você deve tomar na hora de contratar um sistema de gestão financeira. Confira!

5 cuidados na hora de contratar um sistema de gestão financeira

1. Especialidade

Há muitos sistemas de gestão financeira sendo vendidos no mercado, mas nem todos vão servir para o seu negócio. Por isso, é fundamental que, na hora da contratação, você, contratante, verifique quais módulos são ofertados pelo sistema. Com isso, você poderá saber se eles atendem à especificidade do seu negócio.

Em geral, os módulos mais requisitados são “contas a pagar”, “contas a receber” e “fluxo de caixa”. Mas há outros que, dada a especificidade do serviço, podem melhor atender o seu negócio.

2. Experiência

Ao utilizar um sistema de gestão financeira, todos os dados de sua empresa são lançados nele. Por isso, é fundamental que a empresa contratada tenha experiência não só para assegurar um bom resultado, mas também para a assegurar confiança, critério fundamental para contratação de qualquer serviço.

3. Segurança de dados

Quando se utiliza um sistema de gestão financeira, todos os dados financeiros da sua empresa são gerenciados por ele. Sendo assim, é como se sua empresa fosse colocada dentro de um sistema, ao qual você e seus funcionários têm acesso. Por isso, é muito importante que, ao contratar um software, você verifique a estabilidade dos padrões de segurança do sistema.

4. Flexibilidade

Os sistemas de gestão financeira costumam oferecer diversos módulos aos seus clientes, mas nem todos são usados. Isso porque cada realidade gerencial é que vai demandar o uso de um ou de outro módulo. Por exemplo, os módulos de “contas a pagar” e “contas a receber” são universais, de modo que todo cliente precisa.

Agora, há módulos, como por exemplo “conciliação bancária”, que nem todo empreendedor vai precisar ou julgar importante. Portanto, ao contratar seu sistema de gestão financeira, verifique se seus módulos são flexíveis, de modo que você possa adaptá-los às peculiaridades do seu negócio.

5. Suporte qualificado

Por fim, uma das facetas mais relevantes de todo serviço contratado: o suporte. É muito comum que fornecedores de sistemas como esses prometam funcionalidades incríveis e únicas, mas, na hora de explorá-las por meio do suporte, faltam. E um suporte ruim sempre compromete o serviço contratado.

Afinal, é o suporte que ajuda o cliente a explorar as funcionalidades do serviço que contratou. Por isso, esse é mais um dos cuidados que você, empreendedor, deve ter na hora de contratar um sistema de gestão financeira. O suporte precisa funcionar bem!

E você, já contratou um sistema de gestão financeira para gerenciar as finanças do seu negócio? Se sim, então, conte-nos o que você achou deste artigo!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo