Inflação: Entenda tudo sobre o assunto

A inflação é algo que interfere diretamente na economia nacional e neste artigo, vamos te contar tudo o que você precisa saber sobre o assunto, de forma que você esteja preparado para lidar com as situações financeiras difíceis.

Confira!

O que é Inflação?

A Inflação é a grande vilã por trás dos altos preços de combustível, gás de cozinha, carne, leites e outros.

Em outras palavras, a Inflação é a redução do seu poder de compra, ou seja, quando os bens e produtos à sua volta ficam mais caros, o seu poder de compra diminui, assim, podemos dizer que o dinheiro passou a valer menos.

Dessa forma, sempre vamos ter dinheiro, mas ele não terá o mesmo valor, o que dificulta fazer compras e consumir algo.

Como a Inflação impacta na nossa vida?

Como vimos anteriormente, a Inflação interfere diretamente no nosso poder de compra, assim, quando entramos no supermercado, notamos que o tomate, o arroz e outros produtos estão mais caros, então você com certeza você está sofrendo um impacto da Inflação.

Além disso, objetivos e sonhos de longo prazo também são afetados, prejudicando a compra de um carro, uma casa ou fazer uma viagem, por exemplo, afinal, o preço disso tudo já aumentou e não “juntamos dinheiro o suficiente”.

Devido a isso, muitas vezes, pode ser necessário adiar alguns sonhos objetivos. Mas calma, ainda é possível driblar essa situação, de forma que você consiga manter o seu poder de compra.

E para não ter dor de cabeça quando for às compras, recomendamos continuar com a leitura para saber como se proteger da Inflação. Acompanhe!

Como se proteger da Inflação?

A melhor forma de se proteger da Inflação é investir uma parte do seu patrimônio em produtos atrelados ao IPCA – índice utilizado para calcular a Inflação, falamos mais sobre isso no tópico abaixo –.

Ou seja, investimentos que vão render de acordo com a taxa medida por esse índice. Alguns exemplos são: Tesouro IPCA, Debêntures, CDB, LCI, LCA, CRI, CRA.

Como a Inflação é calculada?

No Brasil, ela é calculada por meio do IPCA – Índice de Preço ao Consumidor Amplo –, é ele quem avalia uma série de produtos e serviços separados em categorias como alimentação, transporte, vestuário, entre outras.

Esse indicador é calculado a partir de números obtidos pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que realiza pesquisas nas principais cidades do país com o objetivo de verificar o aumento dos preços dos principais itens da cesta básica da maioria da população brasileira.

Sendo assim, quando os custos de produção destes itens aumentam, o IPCA sobe, isso significa então, que quanto mais a Inflação sobe, menos o seu dinheiro é capaz de adquirir os produtos básicos do dia a dia.

Quais são as causas da Inflação?

Além das que já vimos, outros fatores podem causar Inflação. Entenda um pouco mais sobre eles abaixo.

  • Aumento da demanda – Lei da oferta e da procura –;
  • Aumento dos custos produtivos;
  • Emissão de papel-moeda;
  • Taxa de juros.

E muitos outros fatores!