Bolsa Atleta: Conheça o Programa Social

Você já ouviu falar em Bolsa Atleta? O Programa Social é voltado para o incentivo da cultura e do esporte aos atletas brasileiros.

Neste artigo, vamos te explicar tudo o que você precisa saber sobre o Programa Social e claro, a sua importância para a sociedade.

Confira todos os detalhes!

O que é o Bolsa Atleta?

Como vimos, o Bolsa Atleta é um Programa Social, criada em 2005 pelo Governo Federal, na qual visa incentivar atletas brasileiros por meio de patrocínios individuais.

O público beneficiário são os atletas de alto rendimento que obtêm bons resultados em competições nacionais e internacionais de sua modalidade.

O Programa garante a eles, condições mínimas para que os atletas se dediquem, com exclusividade e tranquilidade, ao treinamento e competições locais, sul-americanas, pan-americanas, mundiais, olímpicas e paralímpicas.

O incentivo ao esporte tem funcionado cada vez mais no país, onde podemos notar, cada vez mais, o surgimento de atletas profissionais em diversas modalidades.

O que comprova também, a forte presença de atletas brasileiros em competições mundiais e claro, que estão concorrendo ao pódio.

Categorias do Programa Social e Pagamentos

Atualmente, o Bolsa Atleta está dividido em seis categorias e cada uma delas possui um valor de incentivo diferente, oferecidas pelo Ministério da Cidadania.

A partir da assinatura do termo de adesão, os contemplados recebem o equivalente a 12 parcelas do valor definido em cada categoria – esse valor vale por 1 ano –.

Confira agora quais são as categorias da Bolsa e os valores recebidos:

  • Atleta de Base (R$370,00);
  • Estudantil (R$370,00);
  • Nacional (R$925,00);
  • Internacional (R$1.850,00);
  • Olímpico/Paralímpico (R$3.100,00);
  • Pódio (de R$5 mil a R$15 mil).

O dinheiro recebido pelo Programa, é depositado diretamente na conta do atleta pela Caixa Econômica Federal.

A prioridade de pagamento é para atletas de esportes que compõem os programas dos Jogos Olímpicos e dos Jogos Paralímpicos.

Em seguida, o benefício se destina a atletas de modalidades conhecidas como não olímpicas (que compõem o programa dos Jogos Pan-americanos e outras que não fazem parte dessas competições).

Passo a Passo para fazer parte do Bolsa Atleta

Se você gosta de esportes ou é um Atleta amador, saiba que é possível fazer parte do Programa Social.

Veja o passo a passo e se inscreva o quanto antes!

  1. As confederações esportivas indicam ao governo federal os eventos válidos para concessão de bolsa;
  2. Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania lança um edital;
  3. Atletas que chegaram ao pódio nas competições previstas fazem inscrição online pelo site: www.esporte.gov.br;
  4. Na sequência, os interessados, devem preencher um formulário de inscrição e enviar toda a documentação necessária, exigida em lei, para concluir a inscrição.
  5. A Secretaria Especial do Esporte valida toda a documentação;
  6. A lista de contemplados – com os escolhidos – é publicada no Diário Oficial da União;
  7. Atletas que tiverem seu nome publicado, fazem a assinatura do termo de adesão;
  8. Com a bolsa aprovada, o atleta recebe as 12 parcelas do benefício no período de até 1 ano – conforme categoria inscrita –.

Após o vencimento da bolsa, no ano subsequente, ainda é possível se reinscrever na bolsa em outra categoria.

O que acontece de parar no doping ou se decidir encerrar minha carreira esportiva?

Primeiramente, devemos estar cientes de que, em casos de encerramento de carreira esportiva ou a suspensão do atleta por doping, são motivos fundamentais para o cancelamento da bolsa, já que a mesma, tem por finalidade dar suporte complementar à preparação esportiva dos beneficiados.

Portanto, o primeiro passo a se tomar neste caso, é avisar o Ministério da Cidadania e claro, a Entidade Nacional de Administração da sua modalidade (Confederação).