Programa Casa Verde e Amarela: como funciona?

O Programa Casa Verde e Amarela é muito conhecido no país inteiro, mas você sabe como ele funciona? Na verdade, ele é uma reformulação de outro programa do Governo Federal, o Minha Casa Minha Vida. Essa substituição aconteceu em 2020, com o intuito de incentivar a compra de moradia por parte da população de baixa renda.

Ter uma casa própria com certeza está entre os principais sonhos do brasileiro, porém, algumas pessoas não têm condição financeira para isso. Nesse sentido, o sonho pode se tornar realidade com o auxílio do Programa Casa Verde e Amarela. Conheça melhor sobre o programa a seguir.

O que é o programa?

Inicialmente, é interessante trazer um conceito, mesmo que geral, sobre o programa. Com isso, vemos que o Casa Verde e Amarela é a principal modalidade oferecida pelo governo de habitação popular, substituindo o popular Minha Casa Minha Vida.

Assim como o antigo programa, a ideia do Casa Verde e Amarela é ajudar quem não tem condição financeira suficiente para adquirir a sua casa própria. Destaca-se que nem todos os brasileiros podem se beneficiar desse programa.

Após a reformulação dessa política pública, foram entregues mais de 1 milhão de moradias para os brasileiros beneficiários. Esse dado foi publicado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional.

Como funciona o programa?

Após entender o que é o programa, saiba como funciona o Casa Verde e Amarela. A priori, é interessante destacar que existem algumas condições que devem ser preenchidas para usufruir do programa.

Financiamento do imóvel

O primeiro ponto a ser entendido é sobre o financiamento do imóvel, em que as regras foram anunciadas até março de 2022. Com essas regras, o limite do valor para financiar o imóvel foi aumentado, assim como as taxas de juros e subsídios foram alterados.

Se você deseja financiar essa casa com o FGTS, saiba que o prazo final para pagar será de 30 anos, com descontos e taxas de juros a depender do grupo que você está inserido.

O desconto pode ser de, no máximo, R$ 47,5 mil, o valor total do imóvel financiado é R$ 264 mil e esse financiamento pode ser usado para comprar uma casa nova, usada ou que esteja em construção ainda.

Renda familiar

A renda familiar deve ser analisada também. Existe uma diferença na taxa de juros para um grupo comum que entra no programa e os cotistas do FGTS. Confira a seguir alguns exemplos.

  • No caso de famílias com renda de R$ 2.400,00 por mês, as taxas de juros serão de até 4,75%, e para os cotistas do FGTS a taxa é 4,25% anual;
  • Entre R$ 2,4 mil e R$ 2,6 mil ao mês, a taxa pode chegar a 5,25, e com o FGTS a taxa é de 4,75%;
  • De R$ 2,6 mil a R$ 3 mil, a taxa pode ser 6% ao ano, e para o FGTS é de 5,50% anual;
  • Entre R$ 3 mil e R$ 4 mil, os juros serão de 7% e com o FGTS 6,5%; e
  • Por fim, para rendas entre R$ 4 mil e R$ 7 mil, a taxa pode ser de 7,66% e 7,16% para cotistas do FGTS.

Principais benefícios do programa Casa Verde e Amarela

Após entender como funciona o programa Casa Verde e Amarela, saiba quais são os benefícios. No geral, a principal vantagem é dar acesso à população uma moradia digna.

Além disso, esse programa possui atuação nas mais diversas modalidades, como a regularização fundiária e melhoria e produção habitacional. Além disso, o programa conta com taxas de juros baixas do FGTS – e os moradores do Norte e Nordeste têm taxas menores ainda.

Gostou das nossas dicas? Então confira muitas outras no nosso blog e fique por dentro de tudo que pode facilitar ainda mais o seu dia a dia!