Multinacionais Brasileiras

Antes de tudo, se você ainda tem dúvidas de que o Brasil possui grandes marcas conhecidas internacionalmente, neste artigo, te apresentaremos alguns nomes de multinacionais que tem grande relevância no mundo a fora.

Então quem sabe isso não te motiva a investir no empreendedorismo nacional e claro, abrindo sua própria empresa.

Multinacionais brasileiras com grande presença no exterior

Agora veja quais são as principais marcas brasileiras que garantem presença no exterior. Alguns nomes eu aposto que você não conhecia ainda!

  1. Havaianas;
  2. Gerdau;
  3. JBS;
  4. Stefanini;
  5. Tigre;
  6. Camil Alimentos;
  7. Vale – uma das maiores mineradoras do mundo –;
  8. Fitesa;
  9. Artecola – indústria química –;
  10. Metalfrio;
  11. CZM.

Assim como muitas outras!

Como transformar sua empresa em multinacional?

Aposto que ler esses nomes, te inspirou a ter um grande negócio, não é mesmo? Pois bem, para que você consiga transformar seu negócio em uma multinacional, que tal seguir os tópicos abaixo?

Aqui daremos dicas para que você transforme seu pequeno negócio em uma grande empresa. Confira!

Faça uma pesquisa do mercado de Multinacionais

Pesquise se há clientes em potencial no país da minha possível filial. Essa é uma questão que vai te ajudar a definir se é ou não uma boa ideia abrir a empresa naquele território.

Afinal de contas, sem uma boa pesquisa de mercado e interação com o público-alvo, a chance de fracasso é altíssima.

Conheça o país da filial

Para aumentar as chances de sucesso, é necessário conhecer a região onde pretende abrir a sua empresa. Além de conhecer toda a política e burocracia local que regem na região.

Burocracia

Para começar, uma boa ideia pode ser entrar em contato com a embaixada do país.

Afinal, antes de expandir o negócio é necessário conhecer todos os trâmites legais: o que o Brasil exige e o que o país da filial exige. É preciso saber quais procedimentos devem ser tomados para abrir uma filial estrangeira.

Melhorar a administração

Se a empresa for familiar, tenha cuidado com o caixa misto – quando mistura o dinheiro da pessoa física com o da pessoa jurídica (empresa) – e isso é um grande problema, pois a chance de perder o controle sobre as finanças é gigante.

O paternalismo, nesse caso, também deve ser excluído da empresa, de modo que nada atrapalhe o desenvolvimento empresarial, como a contratação de parentes, alto grau de sentimento com os funcionários e todos esses erros cometidos por negócio de família devem ser extintos.

Marketing

Após a abertura da empresa em território estrangeiro, o próximo passo é se apresentar para o novo país, mostrar o seu produto e investir pesado em marketing.

As ações publicitárias devem ser fortes no começo para o público reagir rapidamente, um investimento inicial necessário para alavancar o negócio.