Como evitar o endividamento: veja 5 dicas

O cenário econômico atual do país e do mundo tem levado a população a buscar formas de como evitar o endividamento, que bateu recorde neste ano. Em março, a emissora CNN divulgou uma pesquisa da Confederação Nacional do Comércio (CNC), a qual aponta que 77,5% das famílias estão endividadas.

Pensando nisso, selecionamos para vocês, neste post, 5 dicas de como evitar o endividamento. Confira!

1. Tenha planejamento e organização financeira

A dica mais importante a respeito de como evitar o endividamento é, sem dúvida alguma, ter planejamento e organização financeira. Isso porque organizar e planejar significam, antes de mais nada, conhecimento. São, portanto, métodos de gestão das suas finanças.

Por isso, o primeiro passo é, simplesmente, ter uma visão holística do seu orçamento e das despesas fixas, ou seja, aquelas que não podem ser eliminadas.

2. Tenha controle de quanto você pode gastar

A partir da organização das suas finanças, você saberá exatamente de quanto dispõe para usar, além das despesas fixas. Por exemplo: se você ganha R$ 2.000,00 e tem uma despesa mensal fixa de R$1.200,00 você já sabe que o restante – de R$800,00 – é o valor de que você dispõe para utilizar sem precisar lançar mão do crédito ou de outras possibilidades de “empréstimo”.

Dessa forma, sabendo exatamente com o que você poderá contar para cobrir suas despesas extraordinárias, diminui-se o risco do endividamento.

3. Evite parcelamentos excessivos

Muitas vezes, precisamos lançar mão do cartão de crédito para usufruir de determinados produtos ou serviços. Afinal, poucas são as opções de consumo cuja aquisição pode, realmente, ser “à vista”.

Por isso, é preciso ter cautela na hora de utilizar o cartão de crédito, a fim de não acabar acumulando parcelamentos, pois isso compromete muito o seu orçamento. Além, é claro, de aumentar as suas chances de acabar se endividando.

4. Reserve um valor para guardar por mês

Um dos pilares de qualquer gestão financeira – seja de pessoa física ou jurídica – é a reserva. Isso porque vivemos em um mundo imprevisível em todos os aspectos, de modo que, a cada dia, fica mais difícil exercer qualquer tipo de previsão. Por isso, busque se antecipar!

Mas como? Estabelecendo um valor, no seu orçamento, para ser guardado, a título de reserva. Sabemos, é claro, que nem sempre é fácil ter compromisso com esse tipo de obrigação. Afinal, na hora do aperto, as pessoas caem até mesmo na agiotagem, não é?

Pois, então, uma dica para conseguir realizar esta reserva é estabelecendo um valor a título de despesa fixa. Ou seja, pagamento inegociável. Procure também deixar este valor guardado num lugar onde possa ter um bom rendimento.

5. Cuidado com o cartão de crédito

O crédito é um meio que deve ser utilizado com cuidado, pois muitas pessoas acabam o considerando parte do orçamento, e não é. Pelo menos não pensando a longo prazo. Afinal, mesmo que você não pague na hora, você tem de pagar, não é mesmo? Ou seja, ele até pode sair como orçamento, mas volta como despesa. Portanto, cuidado!

O uso mal gerido do crédito costuma ser um dos protagonistas do endividamento das famílias que, por isso, têm de suportar altíssimas taxas de juros e o constrangimento do nome negativo. Então, a fim de não se endividar, esta é uma das dicas mais importantes!

E aí, o que achou destas 5 dicas de como evitar o endividamento? Deixe seu comentário!