Auxílio Brasil: conheça o programa social

O Auxílio Brasil, é um novo programa social criado pelo governo federal, em prol das famílias mais carentes. De fato, uma causa que precisa de atenção especial no país, não é mesmo?

Neste artigo, te explicaremos tudo sobre o programa: O que é, a sua importância para sociedade, quem tem direito a usufruir do benefício, como tirar o dinheiro e muito mais!

E de quebra, que tal descobrir alguns objetivos centrais do programa social Auxílio Brasil? Garanto que não irá se arrepender! Por isso, se você precisa ou conhece alguém que necessita dele, acompanhe essas dicas que estão incríveis!

O que é e como funciona o programa social Auxílio Brasil?

O Auxílio Brasil é um novo programa social de transferência de renda, criado pelo governo federal e funciona da mesma forma que o Bolsa Família, onde as famílias cadastradas ou inscritas no CadÚnico, recebem um valor mensal – com valor estipulado – enquanto forem elegíveis a ele.

Esse novo programa, assim como o antigo Bolsa Família, é direcionado a famílias em situação de pobreza ou de extrema pobreza, que possuam em sua composição gestantes ou pessoas com idade de até 21 anos incompletos. O Auxílio Brasil garante que vai integrar em um só lugar, várias políticas públicas de assistência social essencial a população carente, tais como: saúde, educação, emprego e renda.

Esse valor mensal – previsto pelo programa social – é depositado nas contas de poupança social digital e podem ser movimentados para qualquer outra conta com o cartão do Bolsa Família.

O Auxílio Brasil tende a ser muito mais completo e benéfico do que o antigo Bolsa Família, porém, pelo programa ainda não ter sido completamente fechado, ainda é possível realizar todas as transações bancárias com o cartão do Bolsa Família, do mesmo modo que todas as pessoas que se beneficiavam dele, continuarão recebendo os benefícios normalmente.

Quem tem direito a adquirir este benefício?

Como vimos no início, o benefício do Auxílio Brasil será pago a famílias em situações de pobreza e extrema pobreza em todo país. Veja de perto quem realmente será beneficiado elo programa:

  1. O auxílio é pago a famílias em situação de extrema pobreza – caracterizadas por famílias que recebem de R$105,00 a R$210,00 de renda mensal para se sustentar –.
  2. Famílias em situação de pobreza também podem receber, desde que tenham, entre seus membros, gestantes ou pessoas com menos de 21 anos.
  3. Também terão direito a receber o benefício as famílias em condições de emancipação, ou seja, são aquelas famílias que recebem o benefício, mas em algum momento a renda superou o limite permitido pelo programa social e neste caso, elas continuam a receber os valores por um período determinado.

Então se você conhece alguém nessas condições ou você se enquadra nelas, solicite imediatamente os benefícios do programa social Auxílio Brasil. Mas se você não sabe por onde começar, continue com a leitura que te explicaremos como fazer a solicitação do benefício.

Quais são os principais benefícios do Auxílio Brasil?

Já está dentro do Auxílio Brasil, 3 benefícios que formam o que se chama de “núcleo básico”, ou seja, a base dos benefícios. Para quem se enquadrar nesses perfis, terá direito em receber as parcelas do Auxílio Brasil. Veja quais são essas modalidades e quais delas tem o direito de receber. Acompanhe!

  1. Benefício Primeira Infância: contempla famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza com crianças entre os 36 meses – 3 anos – incompletos.
  2. Benefício Composição Familiar: diferentemente da atual estrutura do Bolsa Família, que limita o benefício aos jovens de até 17 anos, o Auxílio Brasil será direcionado também a jovens de 18 a 21 anos incompletos. Cujo objetivo é incentivar esse grupo a permanecer nos estudos para concluir pelo menos um nível de escolarização formal. Parece um grande incentivo de fato, não é mesmo?
  3. Benefício de Superação da Extrema Pobreza: se, após receber os benefícios anteriores, a renda mensal familiar ainda não superar a linha da extrema pobreza, ela terá direito a um apoio financeiro sem limitações relacionadas ao número de integrantes da família e também idade dos respectivos.

Como solicitar os benefícios do Auxílio Brasil?

Há três possibilidades de solicitar os benefícios do Auxílio Brasil, veja só:

  • Para quem já possuía o Bolsa Família, o Auxílio Brasil será pago automaticamente;
  • Para quem está cadastrado ou inscrito no CadÚnico, mas não recebia o Bolsa Família, vai para a lista de reserva;
  • Se não estiver cadastrado no CadÚnico, será preciso buscar um Cras para registro, mas sem a garantia de receber o benefício.

No aplicativo Caixa Tem e no próprio aplicativo do programa social Auxílio Brasil, podem ser consultadas informações sobre o benefício, como saldo e pagamento de parcelas. O beneficiário também pode ligar no telefone 121, do Ministério da Cidadania, para saber se tem direito ao Auxílio Brasil, o valor que será pago e também para esclarecer quaisquer dúvidas referentes ao programa.

Quais são os objetivos do Auxílio Brasil?

Como vimos, o programa social, tem como principal objetivo, ajudar as famílias mais carentes no país e além do que já conhecemos até aqui, o programa Auxílio Brasil, apresenta muitos outros objetivos, estabelecidos por lei em 9 de agosto de 2021, dos quais destacam-se:

  • Promover a cidadania com garantia de renda e apoiar, por meio dos benefícios ofertados pelo Sistema Único de Assistência Social (SUAS), a articulação de políticas voltadas aos beneficiários, com vistas à superação das vulnerabilidades sociais das famílias;
  • Promover, prioritariamente, o desenvolvimento das crianças e dos adolescentes, por meio de apoio financeiro a gestantes, nutrizes, crianças e adolescentes em situação de pobreza ou extrema pobreza;
  • Promover o desenvolvimento das crianças na primeira infância, com foco na saúde e nos estímulos às habilidades físicas, cognitivas, linguísticas e socioafetivas, de acordo com o disposto na Lei nº 13.257, de 8 de março de 2016;
  • Ampliar a oferta do atendimento das crianças em creches;
  • Estimular crianças, adolescentes e jovens a terem desempenho científico e tecnológico de excelência;
  • Estimular a emancipação das famílias em situação de pobreza e extrema pobreza.