Aumento no número de empreendedores: Entenda como anda a vida financeira dos brasileiros

Atualmente, o Brasil ocupa a 7ª posição no ranking de países com mais empreendedores.

O número de empreendimentos abertos aumentou 1,2% em 2021 – com relação a 2020 –, devido principalmente, a necessidade de ter dinheiro, mas a dificuldade de conseguir um emprego.

Neste artigo, vamos dar mais detalhes sobre o assunto. Confira!

Como se deve esse aumento?

Conforme mencionamos anteriormente, o aumento no número de empreendimentos – calculado pelo Sebrae – comprovou aumento de 1,2% com relação a 2020, um período tenso da crise econômica.

Por isso, a resposta para o tópico é: tudo aconteceu por necessidade, na qual, o Brasil fechou o ano de 2020 com o maior número de empreendedores de sua história – aumento de 6% comparado a 2019 –.

Mas não pense que a ideia surgiu por conta de vocação, a maioria foi por necessidade, onde, as pessoas perceberam que os empregos estavam escassos e entenderam que precisavam empreender para poder contornar essa situação e recompor o orçamento doméstico, fazendo crescer em todo o país a opção pelo empreendedorismo como alternativa de subsistência.

Sabendo disso, segundo pesquisas, o número de empreendedores iniciais motivados por necessidade saltou de 37,5% para 50,4%.

Mas, olhando por um cenário positivo, nem mesmo a pandemia foi capaz de frear o empreendedorismo no Brasil, não é mesmo?

Afinal de contas, não é de hoje que abrir o próprio negócio faz parte dos objetivos profissionais de qualquer brasileiro.

Os números de empreendedores no país vêm crescendo gradativamente – o que hoje representa 38,7% da população – e a tendência é disparar, o que contribui de forma significativa para a evolução da vida financeira dos brasileiros, segundo o Ministério da Economia.

Agora é a hora de empreender?

A resposta é SIM!

Com a reabertura econômica e o avanço da vacinação no país, a expectativa é mais do que positiva para quem deseja empreender, já que, encontrarão um cenário financeiro ainda mais favorável.

Além disso, para ajudar cada vez mais pessoas a entrarem e prosperarem no segmento, existem muitos cursos online, gratuitos e até palestras que vão te ensinar a deslanchar seu negócio com dicas que vão do básico ao avançado.

Dicas para começar a empreender com pouco dinheiro

Mas, você sabia que ainda é possível empreender com pouco dinheiro? Isso mesmo, o sonho de ter o próprio negócio está cada vez mais próximo de se tornar real, mesmo tendo pouco dinheiro para investimento.

Veja abaixo, algumas opções de como empreender com pouco dinheiro e não adie mais esse desejo!

Principais segmentos que não exigem tanto investimento:

  • Alimentação – fazer comida em casa em vender, tem sido a principal opção de quem pretende empreender com pouco dinheiro –;
  • Beleza – cabelereiro, pedicure, manicure, esteticista e outros –;
  • Revenda de Produtos;
  • Artesanato e costura;
  • Infoprodutos;
  • Marketing Digital;
  • Consultorias e Mentorias;
  • Freelancer;
  • Fotografia.

E o que mais a sua criatividade permitir!